domingo, 30 de outubro de 2011

O poder do afeto


Acredito que onde estiver seu coração ai estará seu tesouro maior, pessoas que colocam os valores de suas vidas naquilo que da sentido ao coração, vêem com alegria e percebem que uma vida em busca de afeto, faz de você completo, realizado, pois o ser humano em sua essência é formado por uma necessidade profunda de afeto, de laços que fazemos no decorrer de nossas vidas e há os que vivem em seu mundo racional negando a necessidade de receber e dar afeto, assim fazem suas escolhas, passam uma vida sem se deixar sentir, sem ter uma ligação profunda onde se entende por um olhar apenas,  distante ou perto sente o outro e por isso sabe que não esta sozinho e isso faz toda diferença ao tecer sua vida que não pode parar e por esse motivo acaba por mergulhar nas amarguras de sua vida, vivendo em desamor, pois não receber e não dar afeto amargura o coração, deixando a vida pesada e sem sentido.
Quando se dedica uma vida construindo um reino voltado ao amor, ao outro, ao afeto, desperta em nós um brilho no olhar que contagia todos que estão a nossa volta, trazendo uma satisfação que transcende qualquer prazer, a alma se enche se regozija de alegria, mas quando se aborta  esse projeto no meio do caminho, por destruições naturais abre-se portas para a indiferença , a raiva, isso frustra, tira o animo ...mata o coração e por conseqüência a vida.
Às vezes não temos noção de como deixar de receber o que o outro tem pra nos oferecer machuca, fere o coração que ama, que nos quer bem, dar algo ou alguma forma de amor é importante mais saber receber é tão importante quanto.
À  semanas atrás tive algumas experiências fantásticas, fui à casa de uma família, onde ali pude ter contato com Deus pela simples troca de afeto e perceber que corações feridos pela vida podem sim disseminar amor e ser um toque divino na vida de outros.
Partilhamos o sentido que uma vida regada a muito amor e afeto tem e se diferencia das outras mergulhadas em amargura, angústia e desamor, lembramos de experiências passadas de como partilhar vidas e ter alguém sempre do lado faz diferença pras curas de nossa alma, e foi assim o fim de semana.  Um fim de semana em volta a mesa, diante de cardápios saborosos, por que o que estava dando sabor não era o tempero, mas o carinho que tudo era preparado, tempero muitas vezes em meio a lágrimas de lembranças dolorosas, de risadas escancaradas, de provocações em forma de descontração que só indicavam, uma única coisa, os corações ali presentes estavam prestes a experimentar afeto, a cura, o perdão....Deus.
Me senti como no livro “ A cabana”, em um fim de semana com Deus, para ali sentir seu amor através de pessoas que traziam consigo dores, pelas feridas e que mesmo assim não os impediam de que se doassem ao outro, por que o amor contido em seus corações era maior que qualquer perda.
Sentimos tudo que estávamos dispostos a sentir, cada um com suas necessidades, posso falar de mim vivi ali o amor, a partilha, afeto, alegria, lealdade, amizade, doação, mas também senti raiva, revolta, brigas internas que eu tinha em relação à Deus, a dificuldade que tinha de perdoá-lo, a mim mesmo e as outras pessoas, pela deslealdade e maldade das pessoas, dos planos de Deus que não nos poupara das perdas dolorosas só para testar nossa fé, nosso amor, nossa força, que minava aos poucos o sentido de tudo.
video

Mas estava ali e não arredaria o pé enquanto não colocasse pra fora, meu amor por todos que se encontravam trancados naquele lugar, o tempo la fora contribuía derramando uma torrente de águas pluviais, que só me dava a certeza teremos uma experiência que mudaria o rumo da nossas vidas, pois enfim Deus tinha ouvido minhas preces.

Sempre acreditei na cura vinda do amor, assim aconteceu naquele fim de semana o amor entrou em mim e melhor ainda pude amar também e deixar um pouco do meu amor a todos os presentes (pois ha mais alegria em dar que em receber), por que aquele lugar não era um lugar qualquer, não era uma simples casa, onde pessoas sempre visitavam, se divertiam em uma visita amiga, tinha demorado tempos para ir até ali, só então em meio à experiência que estava tendo que pude perceber o porquê, aquele lugar se transformaria pra mim em um lugar sagrado, onde o som que saia algumas vezes do violão tocado pela menina loira, dos olhos claros, de voz e gestos doces como de um anjo, como não, era de um anjo acalmava meu coração e também sabia que não estávamos sozinhos, havia vários outros anjos que nossos olhos não podiam ver, mas estavam ali e com pouco mais de cuidado poderíamos senti-los.
A presença de Deus se alternava em cada pessoa presente, somando nossas partes, curando nossas feridas, não era um retiro espiritual, era uma visita a casa de uma família amiga, mas que resultou em uma mudança profunda em minha vida, pois construi muita coisa na ira achando que era assim que deveria ser, mas tive naqueles dias a percepção de algo, como um presente divino que era a importância de perdoar Deus e a mim mesmo, para ter meu coração e minha verdadeira vida de volta, assim estou fazendo e com isso retomando minha vida de volta por que o AMOR  em mim não pode morrer....... estou de volta.
Juntos somos mais fortes, o afeto de todos me afetou, pois afeto é pra afetar, Deus conseguiu seu objetivo, espero que as orações feitas por mim com o coração cheio de cura, de perdão, de afeto alcance a todos e não só os cinco presentes, naquela que pode se dizer “ A Cabana”, ou nossa Cabana.


 " A aliança do senhor eu tenho com você......eu sou livre pra te amar ......eu sou um com você no amor do nosso pai somos um no amor de Jesus"

Imagens e video da net
texto Cris Campos

2 comentários:

  1. Me arrepiei de ler isso... sei bem do que disse... e sinto não poder estar junto, infelizmente eu não pude... porque como você disse... eu ainda tenho uma necessidade... "a importância de perdoar Deus e a mim mesmo"... um dia eu consigo isso... fico feliz em saber de tudo isso meu amigo. Grande abraço. Não preciso me idenficar você sabe quem é... rs

    ResponderExcluir
  2. O poder do afeto vem do tamanho do coração que sabe amar os outros mas pra afetar com seu amor tem que perdoar para seu coração ficar do seu tamanho ideal ,pois o perdão é um veneno que bebemos querendo que o outro morra mas quem morre somos nós.....tenho uma aliança com vc por isso fez falta seu afeto.......rsrs abraço fica na paz

    ResponderExcluir