domingo, 30 de outubro de 2011

O poder do afeto


Acredito que onde estiver seu coração ai estará seu tesouro maior, pessoas que colocam os valores de suas vidas naquilo que da sentido ao coração, vêem com alegria e percebem que uma vida em busca de afeto, faz de você completo, realizado, pois o ser humano em sua essência é formado por uma necessidade profunda de afeto, de laços que fazemos no decorrer de nossas vidas e há os que vivem em seu mundo racional negando a necessidade de receber e dar afeto, assim fazem suas escolhas, passam uma vida sem se deixar sentir, sem ter uma ligação profunda onde se entende por um olhar apenas,  distante ou perto sente o outro e por isso sabe que não esta sozinho e isso faz toda diferença ao tecer sua vida que não pode parar e por esse motivo acaba por mergulhar nas amarguras de sua vida, vivendo em desamor, pois não receber e não dar afeto amargura o coração, deixando a vida pesada e sem sentido.
Quando se dedica uma vida construindo um reino voltado ao amor, ao outro, ao afeto, desperta em nós um brilho no olhar que contagia todos que estão a nossa volta, trazendo uma satisfação que transcende qualquer prazer, a alma se enche se regozija de alegria, mas quando se aborta  esse projeto no meio do caminho, por destruições naturais abre-se portas para a indiferença , a raiva, isso frustra, tira o animo ...mata o coração e por conseqüência a vida.
Às vezes não temos noção de como deixar de receber o que o outro tem pra nos oferecer machuca, fere o coração que ama, que nos quer bem, dar algo ou alguma forma de amor é importante mais saber receber é tão importante quanto.
À  semanas atrás tive algumas experiências fantásticas, fui à casa de uma família, onde ali pude ter contato com Deus pela simples troca de afeto e perceber que corações feridos pela vida podem sim disseminar amor e ser um toque divino na vida de outros.
Partilhamos o sentido que uma vida regada a muito amor e afeto tem e se diferencia das outras mergulhadas em amargura, angústia e desamor, lembramos de experiências passadas de como partilhar vidas e ter alguém sempre do lado faz diferença pras curas de nossa alma, e foi assim o fim de semana.  Um fim de semana em volta a mesa, diante de cardápios saborosos, por que o que estava dando sabor não era o tempero, mas o carinho que tudo era preparado, tempero muitas vezes em meio a lágrimas de lembranças dolorosas, de risadas escancaradas, de provocações em forma de descontração que só indicavam, uma única coisa, os corações ali presentes estavam prestes a experimentar afeto, a cura, o perdão....Deus.
Me senti como no livro “ A cabana”, em um fim de semana com Deus, para ali sentir seu amor através de pessoas que traziam consigo dores, pelas feridas e que mesmo assim não os impediam de que se doassem ao outro, por que o amor contido em seus corações era maior que qualquer perda.
Sentimos tudo que estávamos dispostos a sentir, cada um com suas necessidades, posso falar de mim vivi ali o amor, a partilha, afeto, alegria, lealdade, amizade, doação, mas também senti raiva, revolta, brigas internas que eu tinha em relação à Deus, a dificuldade que tinha de perdoá-lo, a mim mesmo e as outras pessoas, pela deslealdade e maldade das pessoas, dos planos de Deus que não nos poupara das perdas dolorosas só para testar nossa fé, nosso amor, nossa força, que minava aos poucos o sentido de tudo.
video

Mas estava ali e não arredaria o pé enquanto não colocasse pra fora, meu amor por todos que se encontravam trancados naquele lugar, o tempo la fora contribuía derramando uma torrente de águas pluviais, que só me dava a certeza teremos uma experiência que mudaria o rumo da nossas vidas, pois enfim Deus tinha ouvido minhas preces.

Sempre acreditei na cura vinda do amor, assim aconteceu naquele fim de semana o amor entrou em mim e melhor ainda pude amar também e deixar um pouco do meu amor a todos os presentes (pois ha mais alegria em dar que em receber), por que aquele lugar não era um lugar qualquer, não era uma simples casa, onde pessoas sempre visitavam, se divertiam em uma visita amiga, tinha demorado tempos para ir até ali, só então em meio à experiência que estava tendo que pude perceber o porquê, aquele lugar se transformaria pra mim em um lugar sagrado, onde o som que saia algumas vezes do violão tocado pela menina loira, dos olhos claros, de voz e gestos doces como de um anjo, como não, era de um anjo acalmava meu coração e também sabia que não estávamos sozinhos, havia vários outros anjos que nossos olhos não podiam ver, mas estavam ali e com pouco mais de cuidado poderíamos senti-los.
A presença de Deus se alternava em cada pessoa presente, somando nossas partes, curando nossas feridas, não era um retiro espiritual, era uma visita a casa de uma família amiga, mas que resultou em uma mudança profunda em minha vida, pois construi muita coisa na ira achando que era assim que deveria ser, mas tive naqueles dias a percepção de algo, como um presente divino que era a importância de perdoar Deus e a mim mesmo, para ter meu coração e minha verdadeira vida de volta, assim estou fazendo e com isso retomando minha vida de volta por que o AMOR  em mim não pode morrer....... estou de volta.
Juntos somos mais fortes, o afeto de todos me afetou, pois afeto é pra afetar, Deus conseguiu seu objetivo, espero que as orações feitas por mim com o coração cheio de cura, de perdão, de afeto alcance a todos e não só os cinco presentes, naquela que pode se dizer “ A Cabana”, ou nossa Cabana.


 " A aliança do senhor eu tenho com você......eu sou livre pra te amar ......eu sou um com você no amor do nosso pai somos um no amor de Jesus"

Imagens e video da net
texto Cris Campos

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Sabedoria do guerreiro

O guerreiro sabe que, de vez em quando, o combate e interrompido. Não adianta forçar a luta. É necessário ter paciência, esperar que as forças entrem novamente em choque. No silêncio do campo de batalha, escute as batidas de seu coração. E lembre-se de que não pode contar apenas consigo: precisa de amigos, conselheiros e aliados. O guerreiro faz um balanço de sua vida; vê se a espada está afiada, o coração satisfeito, a fé incendiando a alma. Paciente, sabe que a manutenção é tão importante quanto a ação. E o guerreiro aproveita os momentos em que o tempo pára. Um guerreiro  não adia suas decisões. Ele reflete bastante antes de agir. É um obstinado. Considera seu treinamento, sua responsabilidade e seu dever com o mestre. Procura manter a serenidade e analisa cada passo como se fosse o mais importante. Entretanto, no momento em que toma uma decisão, o guerreiro segue adiante. Não fica duvidando do que escolheu, nem muda de percurso se as circunstâncias forem diferentes do que imaginou. A vida é sempre diferente; o guerreiro sabe disso. Se sua decisão foi certa, ele vencerá o combate, mesmo que dure mais tempo do que estava previsto. Se sua decisão foi errada, ele será derrotado e aprenderá a não repetir os mesmos equívocos. Mas um guerreiro , quando começa, vai até o fim.
                 Um Guerreiro  estuda com cuidado a posição que pretende conquistar. Por mais difícil que pareça seu objetivo, sempre existe uma maneira de cheqar lá. Ele verifica os caminhos alternativos, descobre o momento ideal e procura se armar da perseverança necessária para enfrentar bem o desafio. Mas, à medida que examina seu objetivo, o Guerreiro vai se dando conta de que existem coisas das quais não se pode ter certeza, a vida é sempre o inesperado. Se ficar esperando o momento ideal, nunca sairá do lugar. Então, na véspera de agir, o Guerreiro se ajoelha e reza, entregando para Deus seu coração e seu destino. E o Guerreiro  dá o passo principal. Sem esquecer que, na guerra e no amor, nunca é possível prever tudo o que vai acontecer.      
Paulo Coelho

" Há um tempo que é necessário cuidar de si , rever as escolhas e seguir o caminho confiante, independente da trilha que siga vai  correr tudo a seu favor"
 Cris Campos


Imagem da net
Texto Paulo Coelho
Postado por Cris campos


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A nova estação da vida



A estação ainda não mudou, mas a roupagem interna é nova,
O horário se adianta, mas o tempo não passa,
Enquanto isso respiro,..........apenas respiro,
Meus pulmões purificam o ar,
Do sangue venoso, mas necessário,
Pois depois de purificado é usado
Para oxigenar o coração afim de que ele bata,...apenas bata
No compasso, da vida que conta com ele,
......Com a força dele.
Não morreu, não morre,
O amor vive em uma vida renovada,
Fortalecida e superada,
Se supera, se cresce, se aprende,
Só assim se vive,
A nova vida a ser vivida,
A proposta  feita é  essa, tome sua vida nova, seu coração vermelho sangue 
E ame, apenas ame,


video
Sinta-se primeiro, depois sinta o que tiver que sentir pelo outro,
Reservar-se pra que?
Histórias são escritas para serem contadas,
Faça sua história de vida e deixe ser contada, admirada, lembrada,
Uma história nova , no coração novo, na vida nova,
Pela nova estação que começa mostrar sua cara,
Sem nuvem, com uma luz do sol que ainda não aquece,
Mas clareia por uma fresta da janela,
Para despertar do sono da noite que não terminava,
Dizendo que um novo dia se inicia uma nova aurora nasce,
Para celebrar a novidade de uma vida nova.
A vida escolhida, a vida esperada, a vida amada.
E que será celebrada, sonhada, escrita ............eternizada.



Imagem e video da net
Texto Cris Campos

domingo, 16 de outubro de 2011

Seja você



“este é um pensamento de um grande artista chamado, Michelangelo, que foi o mestre da escultura e que acreditava que qualquer bloco de pedra poderia esconder uma grande obra de arte, basta saber lapidar e retirar os excessos deste material bruto e a beleza de cada escultura apareceria.....”

Quem é você de fato?
Um material ainda bruto, uma peça esculpida ou em processo em construção.
Pois a vida se revela e nos revela para sermos quem devemos ser, e é quando começamos a perceber uma imagem desconhecida por nós, modelada pelas pessoas que formam nossas opiniões, em nossas famílias, na sociedade e na religião e muitas vezes o que se produz com isso é uma imagem camuflada pela vida, que aprendemos desde criança e que não escolhemos, faz com que sejamos alguém conhecido por todos e desconhecidos por nós mesmos.
Essas coisas colaboram para formar quem somos, ou o que não gostaríamos de ser, apenas para não contrariar nossos pais, a sociedade, a religião nos tornando alguém que pode não ser nossa verdadeira essência.
Podemos até absorver as influencias, mas buscar de fato ser quem sua alma foi chamada  é fundamental para ser uma pessoa livre e autentica, por que estamos sempre querendo ser o que nossos pais querem que sejamos e passamos uma parte da vida ou ela quase que toda em função de corresponder as expectativas  de nossos pais ou contrariá-las por não concordarmos com as escolhas feitas por eles para nossas vidas  e então  travamos uma luta sem fim muitas vezes, que só tem a função de nos afastar de nós mesmos, isso acontece também na sociedade ou na religião onde seguimos padrões que não são os quais gostaríamos de seguir mas os colocamos em nossas vidas e nem questionamos se esses padrões contribuem para nos levar a nossa verdadeira essência por que foi nos dito que era como deveríamos viver e seria melhor que assim fosse.
Assim vivemos e nos tornamos pessoas sem significado próprio, frutos misturados de uma vida sem sentido, vivemos para agradar os outros, fazer  o que os outros acham melhor para nós, nos distanciando cada vez mais de quem somos.
Buscamos ser um super humano capaz de amar de uma forma idealizada e viver sendo um super herói, que não pode ter fraquezas, não pode chorar algumas vezes, não pode sofrer pelas perdas, por amor, pois temos que corresponder às expectativas sociais, religiosas e familiares, superar tudo, qualquer dor e ser forte a qualquer custo, esta é a única forma que se sobrevive, querem que acreditemos nisto o tempo todo, causando em nós uma angústia que nos desconcerta.
Por isso temos adoecido por esse exagerado modelo de seres super humanos, quando não agimos e somos o que queriam que fossemos sendo esse modelo ideal , nos tornamos fragmentos de seres humanos e nos tornamos  lutadores contra as dores de não sermos aceitos ou pelo medo de sermos abandonados ou desprezados pelas pessoas que nos prometem amor incondicional por quem acham que somos ou que gostariam que fossemos e não por quem somos de fato.
Em um momento somos alguém para corresponder expectativas alheias, em outro momento somos quem luta contra dores dos nossos fracassos, perdas e desamores, mas quando seremos nós mesmos.
video

Lutamos para sermos para os outros, lutamos para superação de nossas dores, lutamos em busca da santidade religiosa, passamos uma vida toda em busca disso tudo, mas cadê você meu amigo, quem você é? A pessoa do outro, a pessoa das dores, a pessoa perfeita e santa da sua religião, quem você é de fato?
Você é quem gostaria de ser? Ama como gostaria de amar? Onde esta sua fé? Onde esta você?
Esta na hora de compor sua canção própria, que fala das coisas que você realmente pode ser, sem expectativas alheias, sem dor, sem fardos,  que seja quem realmente é por excelência e que veio a existência pelo amor de seu Criador.
Seja filho, seja pai, seja amigo, seja religioso, seja amor, seja paz, mas seja você, onde for e pra quem  quiser daí sim conhecerá o  verdadeiro amor próprio que deve ter, que deve receber das pessoas e de Deus, só sendo você, encontrará o amor que te complete que gere vida em sua vida.
Ame-se agora, mesmo que não se reconheça mais, por até hoje assumir um papel, um personagem que te deram, fazendo ter varias faces que não são você e não quer mais ser, pois agora consegue perceber  que o papel principal que te deram não era real e só te deixaram como espectador da sua própria vida, então mesmo que se estranhe e não se reconheça no começo tome posse de  seu eu e conquiste um amor  de verdade, uma vida de verdade,ou seja, o amor por você , a sua vida.
De uma olhada de perto dos excessos que foram tirados da pedra bruta que já fora um dia, alegre-se da obra de arte admirável que se transformou por ter coragem de ser você. Ser amor ao outro, ser cura, ser sinal de Deus, ser a vida para outra vida, ser amor para seu amor.  

“ não sou quem gostariam que fosse, não sou fruto da dor, não sou das perdas, não sou da religião,não sou da rua, não sou um engano, sou uma novidade que só agora reconheço,estranho quem sou ainda, mesmo assim amo e amo todas as faces que fui, mas amo mais ainda quem sou agora.”

           " Só poderá ser livre quem tiver focado sua atenção na autoestima. e não na vaidade, condição que nos torna menos dependentes do aplauso. "                                                                                                                               Flávio Gikovate 
Imagem  e video da net
texto Cris Campos

domingo, 2 de outubro de 2011

AMOR À JUSTIÇA


“Toda ação gera uma reação”, este é um conceito básico da lei da física, onde podemos perceber que não foge das leis da vida também, se nos dedicamos às coisas que queremos conquistar profissionalmente, financeiramente, pessoalmente, espiritualmente e até mesmo sentimentalmente, acreditamos que elas aconteceriam conforme o planejado....será que é bem assim? E quando se depende de uma oportunidade que não veio, de um amor que ainda não chegou, ou que ainda não foi encontrado, ou quando veio não estávamos preparado, ou não era o momento, isto interfere diretamente no resultado das nossas conquistas, seja ela em qual área for.
Porque um investimento que não tem retorno gera perda, um amor que não é nutrido, perde  seu encanto, uma amizade sem lealdade e cumplicidade, faz se sentir sem ninguém por perto.
Se vamos à busca de algo esperamos retorno, se nos dedicamos é pra sermos notados no que fazemos, se agradamos o outro é para receber sua atenção, sempre há uma busca não dita na forma que nos relacionamos com as coisas, mas ainda é maior com as pessoas.
Às vezes queremos muito isso ou aquilo, mas queremos de forma idealizada, perfeita e quando não acontece da forma que idealizamos ou planejamos em nossas fantasias, trás o sentimento de insatisfação, queremos naquele momento, daquela forma, ou perde-se o sabor, ou pior acreditamos que a vida não é justa, mas quem disse que seria? Idealização pura.
Tudo do jeito e da forma que queríamos, no tempo em que consideramos justo, em um mundo instável como esse, onde o contrário, o feio, a maldade, as futilidades estão na moda, à frustração é inevitável, acompanhada de solidão e falta de compreensão de todos que estão ao redor.
Não há mais sentido em acreditar no amor e na vida por esses motivos, por que todos nós queremos tudo ao mesmo tempo, passando por cima de tudo e de todos para termos aquilo que acreditamos que seria o ideal para nós e quando conseguimos, percebemos que foi tão fácil conseguir e nos perguntamos e daí, pra onde vamos agora, com quem vamos comemorar nossas vitórias, não sobrou ninguém por que trabalhamos em torno de nosso próprio umbigo e não vemos o outro.
Quem deseja uma vida perfeita, idealizada e insistir neste mundo prefeito vai perceber que este mundo só existe nos contos de fada.
Por esse motivo acredito que devemos dar as coisas e as pessoas o valor que é devido a elas, sem muita expectativa, fazer por que é importante pra você, apenas por isso e que isso seja seu maior retorno, daí si se dedicar e não acontecer da forma que planejou sabe que deu o melhor de si, se amar as pessoas e rejeitarem ser amor, sabe que deu o melhor de si.
Quando usam a colocação “ olho por olho, dente por dente”, muitas vezes vem com uma conotação de vingança, mas o sentido real não tem nada  haver com vingança e sim com justiça, de ao outro o que ele te der, espere do outro aquilo que ele é capaz de dar, nada além, ainda mais em um mundo injusto como esse , quando colocamos nossas expectativas na mão de outrem e não por que é importante para nós a decepção é inevitável.

Não tenho vocação pra ser santo amo todos que me amam e estou aberto sempre para acolher novas pessoas em minha vida, mas à medida que usam comigo é a que uso com eles, chega de dar para o outro aquilo que vai além de mim, ou coisas que não são importantes para eles e por isso se colhe o desprezo destes.

Dizem que sou extremista e exigente demais comigo e com os outros ouço sempre “com você é tudo oito ou oitenta”, não amo mais ou menos, não fico em cima do muro, se vou errar ou acertar, descubro com o tempo o resultado das minhas escolhas, pago o preço, que tenho que pagar, por meus amigos, pelo amor, pela vida, pela fé, retrocedo quando tenho que retroceder, mas quando esta tudo claro(como agora) e vejo que tenho que avançar, avanço e não olho pra trás sigo enfrente, sou profundo quando amo, mas também sou com a mesma intensidade quando não há amor em mim, não sou impiedoso, mas amo a justiça, quem da merece receber, quem esta acostumado a não dar nada que fique consigo mesmo fechado em seu mundo de fantasias e egoísmo, há ainda os que dão algo pra controlar e sugar o outro, sob uma aparência de bons samaritanos que seduzem para ter o outro enquanto vêem utilidade.
Por isso aprendi a me relacionar assim, não faço mal e nem tenho desejo de destruir ninguém, mas não estendo a mão para aos injustos. Gosto de viver uma justiça de amor e não de vingança.
Quer segurança aqui esta seu abrigo, quer amizade aqui esta a lealdade sem medidas, quer amor tenho pra te dar, não quer não dou, por que acredito que tem varias pessoas por ai, precisando de uma amizade, de um abrigo, de lealdade, de amor, de justiça, partilho da minha fé com todos, pois só em Deus conseguimos filtrar e dar a quem realmente recebe nosso amor, nossa vida de bom grado.
            Fui treinado pelos melhores mestres, instruído por grandes sábios, estou fortalecido, o coração revigorado, a visão cristalizada, o inferno me perdeu o Todo Poderoso me alcançou....voltei a meu centro, a Deus.

" a vingança é um contragolpe decisivo que se desfere automaticamente, afim de por fim ao dano, promovendo a alto conservação, assim ao agir a intenção primeira seria se salvar com corpo e vida e não revidar o dano" " ........a justiça é desejo de impor valores.... " Nietzsche
Imagens  da net
texto Cris Campos