sábado, 21 de julho de 2012

Prece a Deus



Vejo a esperança longe dos corações dos justos e isso me aflige.
Vejo o fracasso estampando no rosto dos bons e isso me causa desanimo.
Vejo os seus, desprotegidos neste mundo e isso me entristece.
Vejo os cuidadores sendo esquecidos e isso mina minha alegria.
Vejo quem insiste em amar, morrendo na solidão, sou tomado pela frustração.

video

            Queria que todos os sonhos de criança não fossem ilusões, pois acreditei cegamente neles, nas promessas que me fiz, junto ao amigo que melhor me conhece, por ter crescido do meu lado e sinto tanta falta, pois talvez ele nem saiba mais sempre olhei pra ele com admiração e nunca com inveja (de nossas famílias morando em condomínios um do lado do outro).
            Gostaria de nunca ter perdido minha fé nas pessoas e nem em Deus, nem por um segundo que fosse, pois me lancei nesta crença e vivi toda minha vida pra isso, cultivei amizades que me doava por inteiro, fiz promessas de amor pra toda vida que nunca gostaria de vê-las desfeitas, cuidei de muitos e que não media esforços para vê-los bem.
            Tentei ser o melhor filho possível, o melhor amigo, a melhor companhia, tentei ser exemplo de superação, fé e de amor, acreditei que sendo assim, conseguiria ser um homem bom e de sucesso e acima de tudo o que mais me inspirava era a certeza que estava seguindo os caminhos escolhidos por Deus pra mim, segui os preceitos, as regras, as propostas, sempre paguei o preço por todas minhas escolhas, pois fazia por amor a Deus, nunca tive sombra de duvidas que por Deus qualquer escolha valeria apena.
            Mas chega uma hora que a pureza de coração não basta, que a inocência de criança não é suficiente chega uma hora que tudo faz você acreditar que ser bom nunca será o que realmente importa e amar não vence tudo, mesmo que você insista obstinado.
            Tentei ser um homem bom, mas correr atrás desta benção me trouxe também muita maldição, maldição de não poder errar, de não poder chorar na presença dos outros, de não poder ter fragilidade, de não poder pedir ajuda em um momento difícil, de não poder pedir colo em momentos de solidão e desespero, pois minha postura fez com que todo mundo esperasse demais de mim, então percebi o gosto amargo do fel, através da traição e da inveja de muitos, vi a mão de Deus pesar sobre mim, sem um motivo aparente.
            Tive na minha vida varias pessoas que me estenderam a mão nos momentos difíceis, mas nunca me senti cuidado por ninguém, cuidei de muitos com todo carinho e amor, por amor a Deus e a eles, nunca deixei um amigo pra depois, nunca um coração que precisava de afeto ficou sem meu carinho sincero, mas nada mudou diante da devastação que Deus fez na minha vida, tirando tudo que realmente me importava e amava, senti que Ele não teve piedade de mim, chorei um choro dolorido de ver, implorando que não acabasse com minha vida desta forma, pois eu não sabia onde é que tinha errado, gostaria de saber o que fiz para Deus, pra me deixar sem cuidado algum......... O que te fiz Deus? Por que tanta raiva de mim, por que a solidão é minha única e melhor companhia? Por que destruo tudo que amo? E quando tento construir algo no amor é Você quem me tira, o que foi que te fiz Deus?
            Se és um Deus ciumento e de amor, se sou tão importante pra Você então cuide de mim e não deixe que eu seja varrido da terra dos viventes sem realizar os sonhos inocentes de criança que acreditava em um  mundo melhor, salva  me Deus ,pois somente embaixo de suas asas encontro abrigo, um lugar secreto onde choro e ninguém vê, não terei jamais o cuidado de ninguém e Você sabe muito bem disso e melhor que ninguém, jamais negarei meu amor as pessoas, mas pra isso preciso tê-lo, devolve meu coração, minha fé , minha esperança, honra meu nome para que possa honrar o Seu, eis me aqui Senhor   e confesso que só tua Graça me basta. Amém



Texto Cris Campos
Imagem e musica da net

Nenhum comentário:

Postar um comentário